Grileiros lucravam R$ 520 mil mensais com venda de lotes no Lago Sul

Grileiros lucravam R$ 520 mil mensais com venda de lotes no Lago Sul

Há ao menos sete anos, uma quadrilha praticava o crime de grilagem de terras no Lago Sul, área mais nobre do Distrito Federal. Com lucro médio de R$ 520 mil mensais, o bando vendia lotes em um condomínio inexistente, chamado Ville de Montagne II. A área pertence à Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap), conta com um sítio arqueológico, protegido pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e está na Área de Proteção Ambiental da Bacia do Rio São Bartolomeu.

Saiba mais: Correio Braziliense

Compartilhe

Deixe uma resposta